RicardoDatrino Colaborou:Rodolfo Andrade, FrancineMaia, FelipeRariz e GilsonNascimentoAgência SECOM de Notícias Fotos Osasco recebeu, na quinta-feira,(21/07), 80º dia de revezamento da tocha olímpica do Rio 2016, um público diversificadoe muito empolgado com o espírito dos jogos a serem iniciados na cidademaravilhosa no dia 5 de agosto. Foram mais de 5489 mil pessoas que percorreram 19quilômetros de percuso ao lado de 1,4 mil voluntários e dos 102 condutorespelas ruas e avenidas da cidade.Organização impecável e empenhadaDe acordo com a coordenadorageral da Força Tarefa de Osasco para organização Rio 2016, Mônica Araújo, oevento foi um sucesso de público, em um trabalho que teve início na assinaturado contrato com os organizadores dos Jogos, em 30 de junho de 2015. De lá paracá foram muitas conversas, ajustes e um planejamento contínuo. Toda a equipefoi nota mil. Houve uma sintonia e parceria fina com os organizadores do Rio2016. Tudo foi muito rápido, prático e eficiente. Trabalhamos muito bem e oclima foi ótimo. Pela dimensão do evento foi um dos mais fáceis que trabalheipela pronta resposta e a agilidade dos organizadores, comenta.Animação de ponta a pontaJá na largada da tocha na Praçado Samba, no Km 18, José Senador Carvalho, ciclista, animou-se com a passagem. Éuma alegria participar de um momento único como este. Com certeza demorará paravoltar a acontecer no Brasil, avaliou. Thiago Alves Moreira, gerentecomercial, com a filha Letícia nos ombros, demonstrava seu entusiasmo. Trouxeminha filha para conhecer e saber como funciona o Esporte. Um momentoinexplicável, que nunca mais iremos ver. Mais de 500 pessoas dançaram,correram e cantaram. Alguns entoaram o hino nacional e também animaram-se com apassagem dos veículos patrocinadores do evento. Comemoraram, riram e choraramde emoção. Artistas, músicos e bailarinos agitaram-se nas calçadas com adereçose fantasias. José Benedito de Quadros,comerciante, assistiu ao revezamento nas proximidades do Viaduto MetálicoReinaldo de Oliveira. Para ele, Osasco entrou no espírito olímpico. Nossacidade sempre brilhou no esporte como em nosso Vôlei. Este é o momento para opovo se energizar e criarmos novos talentos, disse. Na região da Praça das Bandeiras,o diretor do Grupo dos Desbravadores da Igreja Adventista do Sétimo Dia (5ªRegião da Associação Paulistana), Jamil Messias, falou com emoção. Promovemosatividades para crianças e adolescentes entre 10 e 15 anos de idade. Sãodiversas atividades de recreação, de cunho espiritual, socialização. Recebemoso convite para sermos os Guardas de honra e, com muito carinho, espalhamos paratoda a nossa comunidade, enfatizou. Renata da Costa Oliveira, 32anos, gerente, moradora do bairro do Butantã em São Paulo disse sergratificante participar de um evento que olha para o próximo. A tocha é umregistro histórico e o simbolismo de união entre os vários povos e nações,mencionou. Sua filha, Bianca da Costa Alves, 11 anos, explicou que osdiretores dos Desabravadores falaram para todas as crianças sobre a novidade dapassagem da tocha e ficamos todos muito entusiasmados e animados. Não víamos ahora de vê-la de pertinho. É emocionante, emendou.Paulo Renato Santana da Silva, 13anos, morador do Jardim Bela Vista, afirmou ser muito legal ver a tocha nacidade onde eu moro e estudo. Quando falaram na igreja eu nem acreditei detanta felicidade, mas ver de perto todos aqueles carros, a música e a alegriadas pessoas me deixou muito feliz e empolgado, disse. Camila da Silva Santana,15 anos, moradora da Vila Menck, não cabia em si de tanta felicidade. Olhar atocha em Osasco é divertido e marcante demais. Toda a animação das pessoas nasruas não tem preço. É muito contagiante olhar para cada um do seu lado e observaro sorrisdo no rosto, todos agitados e eufóricos, expressou.Os conselheiros do Clube dosDesbravadores, Jesaias da Silva, 30 anos, morador do Munhoz, e sua esposa,Jessica Aparecida, 25 anos, comentaram a emoção. O clima é de animação e muitavontade de contribuir para que a passagem da tocha em Osasco seja uma das maisbonitas dentre as 83 cidades brasileiras, afirmou Jesaias. Admirar a tocha ea emoção que ela transmite são sensacionais. Vamos ajudar e torcer pelo sucessodos jogos, comentou a esposa. Sthephanny Sabino, 16 anos, moradora da CityBussocaba, demonstrou gratidão. Estamos muito felizes pelo convite daPrefeitura. Queremos ajudar na organização da festa e fazê-la linda e marcante,salientou.Jaqueline Santos, 21 anos,moradora do Jardim Nosso Recanto, falou sobre o ineditismo. Muitos gostariamde ver a tocha em Osasco e somos privilegiados por vivermos este momento únicona história da cidade. Filipe Araújo, 30 anos, morador do Centro de Osasco,considerou que quem vive em Osasco tem muito orgulho de assistir e sobretudocontribuir com a organização e participação no evento. Somos um lugar de gentemuito trabalhadora e estamos honrados em participar da passagem da tocha,elogiou.Aproximadamente 500 pessoasconcentraram-se neste ponto para a passagem da tocha. Eles acenaram, gritaram eentoaram cânticos de louvor, além de emanar boas vibrações aos condutores eequipe de profissionais, desejando que os Jogos Olímpicos do Rio 2016 sejam umsucesso. Uniformizados e popularesestiveram em festa.Artistas em festaNo ponto de ativação do MuseuMunicipal, estiveram membros da Escola Circo Picadeiro Centro de Eventos PedroBortolosso. O palhaço Anacleto, Jeferson Pinheli, 38 anos. Disse que poderanimar as pessoas enquanto a tocha passa é maravilhoso para um palhaço. Ver osorriso estampado, a felicidade no olhar da criança e as famílias renidas éexatamente o que eu acredito que os organizadores da passagem da tocha desejam.Então, façamos muita festa e distribuamos muita alegria, opinou.Petrônio Romero, 49 anos,professor e malabarista exaltou a iniciativa. Os artistas tem muito carinhopelos jogos olímpicos e a tocha marca a história da competição. Com alegriavamos colorindo e animando cada pessoa que circula pelas ruas da cidade, mencionou.Gabriel Rodrigues, 20 anos, O Pequenininho, artista das pernas de pau emalabarista, estava entre os que celebraram este momento. Estou trabalhando,mas me divertindo. Vou guardar para toda a minha vida e contar para minhasfuturas gerações o dia em que a tocha dos jogos olímpicos Rio 2016 passou porOsasco. Dia 21 de julho: nunca mais eu me esquecerei, valorizou.Oração e FéNa Catedral do Jardim Santo Antônio,Sebastiana Doris, 63 anos, aposentada, moradora da Vila Osasco, não continha aansiedade. Desde que eu soube da notícia da passagem da tocha fiquei felicissísima.Eu e meu marido acompanhamos a equipe do Vôlei Nestlé Osasco e queremos ver osdestaques da equipe. Hoje é um dia para torcer, apoiar e comemorar os atletas eo simbolismo da tocha, contou. Luiz Carlos Maia, 65 anos, seu marido, disseser fã do vôlei e do esporte na cidade. Receber o símbolo de uma competiçãodas olímpiadas valoriza nossa cidade e mostra a grandeza dela. Guardaremos nahistória dela e de nossas famílias e amigos, observou.Danila Bárbara Havassi Gomes, 38anos, professora de Artes do Colégio Objetivo, falou sobre a participação dosestudantes, que fizeram esculturas de arame com jornal pintadas com tintaspray. Ficaram lindos os trabalhos que ilustram o espírito da competição,ponderou. Em frente à Catedral, cerca de600 pessoas estiveram enfileiradas nas escadas da paróquia em festa. Rezaramali mesmo para que a passagem da tocha pelo local ocorresse em paz, comsegurança e tranquilidade. Crianças corriam pelas escadarias e as famíliasperfilavam-se nas calçadas para as tradicionais selfies e postagens em redessociais. Bexigas coloridas foram distríbudas e palavras de carinho trocadasentre os presentes. O sacerdote e vigário da Paróquiado Santo Antônio, Padre Luiz Rogério, destacou os pontos de ativação pela organização.Reunimos jovens e pastorais em um encontro de fé e evangelização. Rezamos elouvamos a Deus, assegurou.Educação e cidadania: chamas olímpicasO presidente da FITO (FundaçãoInstituto Tecnológico de Osasco), Rubens Aniz, esteve em frente à Unifesp Campus Osasco. A passagem da tocha porOsasco evidencia o município, valoriza o esporte, opinou. Celso Luiz Ferreira,representante comercial, disse que é legal ver o povo nas ruas para prestigiaresse momento de alegria e quem sabe isso gere uma expectativa de que asolimpíadas sejam um sucesso. Na Praça Mãozinha, Auro Novaes, professor, declarou ser um diaespecial já que não poderia estar na cidade do Rio de Janeiro para acompanhar deperto as provas e modalidades. Marcos Machado, comerciante e ciclista do grupoOZ Bikers, demonstrou gratidão. Para a gente é uma gratificação enormeparticiparmos desse momento histórico e único, talvez eu não consiga ver emoutra ocasião a passagem da tocha olímpica.José Ricardo Galdini, educador físicoe também ciclista OZ Bikers, comentou a participação dos cilcistas no evento.No nosso grupo integramos o pessoal iniciante e aqueles que já têm umaexperiência maior com a bike, a gente tem a preocupação de integrar todo mundo.Houve uma parada simbólica nasede do Banco Bradesco, na Cidade de Deus. A estimativa é de que 10 milfuncionários acompanharam o revezamento no local. A ação contou com a presençade cinco grandes ídolos do esporte: o nadador paralímpico Daniel Dias, osmedalhistas olímpicos Leila Barros, Gustavo Borges, Giovane Gávio e aex-tenista Maria Esther Bueno, além do ator e apresentador Otaviano Costa, quefoi o mestre de cerimônias do evento. Após passar pela sede do banco, o revezamentocontinuou circulando pelas ruas e avenidas da cidade de Osasco. Show, entusiasmo e uniãoNo palco central do JardimRochdale, na Avenida Brasil, onde aconteciam os shows das bandas Mulekagem,Projota e da cantora Mariana Fagundes, houve muita empolgação do público. CleusaMarques da Silva, do lar, 58 anos, moradora do Vila Menck há 38 anos, sentiu-seprivilegiada. É muito emocionante estar aqui esperando a tocha passar,relatou.Andreia R. dos Santos, 43 anos,analista de documentos, moradora do Jardim Aliança, trouxe a família para ver orevezamento. É um momento histórico para o Brasil e principalmente, paraOsasco. Fiz questão de trazer meu filho para que meu filho presencie a tochaolímpica passar por nossa cidade e conte para os filhos, netos dele,discorreu. O marido, Antônio Ferreira da Silva, 62 anos, que atua com limpeza urbana,e seu filho, Roger Wlady dos Santos, 8 anos também ficaram radiantes com ocomboio e tocha. Ivadir Pedro de Menezes, 75 anos, aposentado, morador da VilaAyrosa desde 1967 explicou que não imaginava que a tocha olímpica passaria porOsasco. Moro aqui há quase 50 anos e estou muito emocionado com esteacontecimento, empolgou-se.Representando as autoridadesoficiais, o evento contou com exposição do secretário mirim de Esporte,Recreação e Lazer, Lucas Silva de Jesus, que agradeceu pelos esforços conjuntose organização durante o revezamento. As olimpíadas na era moderna proporcionamuma boa convivência das tradições entre os diferentes povos. Nos últimos meses,diversas pessoas de diferentes etnias e profissões se unirão para trazer atocha Olímpica ao Brasil. E hoje nossa querida cidade recebe com muito orgulhoa tocha olímpica declarou. A apresentação do espetáculoficou por conta do Mc Doug. Caminhões dos patrocinadores oficiais dos JogosOlímpicos fizeram entregas de brindes durante os shows.Após a pira acesa, a prefeita mirimde Osasco, Heloisa Santos Matos, foi a representante da cidade ao discursar nopalco do Rochdale. Nesse ano de 2016, em que acontecerão os jogos e ascompetições olímpicas no Brasil, estou muito feliz por ter a oportunidade departicipar dessa linda festa e aproveito para dizer que o esporte é muitoimportante na vida das crianças, por isso quero agradecer ao nosso prefeito enossa secretária de Educação, Solange Cristina da Silva, que nos permitempraticar exercícios fisicos em nossas escolas por meio das aulas de educaçãofísica e do projeto Escola o Tempo Todo. Agradeço também a todos os educadoresdo município de Osasco por todo o ensinamento diário e minha família pelo carinho, finalizou.A central do Vôlei Nestlé/Osasco,Saraelen Ferreira, que mora desde os oito anos na cidade e foi criada no Jardim1º de Maio, esteve entre os principais nomes que carregaram a tocha olímpica. Ovôlei também foi representado por seu treinador, Luizomar de Moura. Oex-jogador de futebol, Walter Casagrande Júnior, foi outro nome de destaqueentre os participantes do percurso, além do apresentador do Globo Esporte deSão Paulo, Ivan Moré. A tocha passou pelas mãos ainda de Lino Barros (pugilistae ex-campeão mundial de boxe); Leir Gilmar (ex-goleiro do Palmeiras e daSeleção Brasileira de Futebol) e o mestre em Judô, Massanori Yanagimori. Prefeitura do Município de OsascoSecretaria de Comunicação - SECOMSecretário Municipal: OscarButuriAv. Bussocaba, nº 300 - Centro – CEP: 06023-901 - Osasco/SP(11) 3652-9457 | 3652-9187 | 3652-9456E-mail: imprensa@osasco.sp.gov.brSite: www.osasco.sp.gov.br Twitter: @governodeosasco